Notícias

Clube Atlético Mineiro leva a melhor no gigante do Horto vencendo a equipe do Clube Atlético Patrocinense

Alerrandro marca no fim, Atlético vence Patrocinense e mantém ponta do Mineiro

Com passe de Guga, centroavante garante vitória dos reservas do Galo

Alerrandro comemora gol da vitória e exalta Guga, autor do passe

Novamente com formação reserva, o Atlético manteve a liderança do Campeonato Mineiro. Com os titulares poupados para a Copa Libertadores da América, o Galo bateu por 1 a 0 o Patrocinense, neste sábado, no estádio Pedro Alves do Nascimento, em Patrocínio, pela nona rodada do Estadual. O gol da vitória alvinegra foi marcado pelo atacante Alerrandro, aos 45 minutos do segundo tempo, após passe do lateral-direito Guga.

O jovem centroavante balançou a rede pela quinta vez na competição e empatou com o companheiro Ricardo Oliveira na artilharia.

Com o resultado, o Atlético chega a 22 pontos e segue isolado no topo da tabela. Esta foi a sexta vitória seguida do Galo no Mineiro.  O Patrocinense permanece no quarto lugar, com 12 pontos. 

A Águia perdeu invencibilidade em casa de 22 jogos.

Na rodada seguinte do Campeonato Mineiro, o Atlético enfrenta o América, em duelo direito pela liderança. O clássico será no próximo domingo, às 16h, no Mineirão. Antes, o Galo tem compromisso pela  Libertadores, contra o Nacional, do Uruguai, nesta terça-feira, às 21h30, no estádio Parque Central, em Montevidéu. A equipe de Levir Culpi busca a recuperação após ser derrotado pelo Cerro Porteño na estreia no Grupo E, por 1 a 0, no Mineirão. Já o Patrocinense pega o Boa Esporte pela 10ª rodada do Estadual, no sábado, em casa.

Galo venceu a partida por 1 a 0, com gol de Alerrandro, aos 45 minutos do segundo tempo

O jogo – O primeiro tempo em Patrocínio foi bem aberto, com chances para as duas equipes. O Atlético ameaçou logo no início do jogo, em tentativa de Alerrandro de surpreender o goleiro Júlio César com chute de longa distância – que foi pela linha de fundo. Aos sete minutos, Terans também arriscou de fora da área, em batida cruzada, e Júlio César defendeu. O Patrocinense reagiu em seguida, após erro de passe do lateral-esquerdo Hulk que gerou contra-ataque. Tony Galego aproveitou e finalizou da entrada da área. O goleiro Cleiton, em dois tempos, fez a defesa. Dois minutos depois, Oliveira recebeu cruzamento na área, dominou livre da marcação atleticana, mas falhou na conclusão.
Aos 26 minutos, um lance perigoso quase abriu o placar a favor do Atlético. Vinícius cobrou escanteio bastante fechado, a defesa tentou afastar para trás, e a bola parou no travessão de Júlio César. O time da casa respondeu na sequência, com Dedê batendo de primeira da entrada da área. Cleiton defendeu com segurança. Aos 36min, Vinícius recebeu passe de Chará e chutou forte, rasteiro. Júlio César saltou no canto direito e salvou o Patrocinense.
O Atlético entrou para o segundo tempo com formação mais ofensiva: saiu o volante Zé Welison, entrou o meia Nathan.
No Patrocinense, o goleiro Júlio César, lesionado, deu lugar a Cleysson. Nos primeiros minutos da etapa, o Galo teve duas chances: Hulk tabelou com Terans e arriscou o chute, mas por cima do gol; depois, Terans, em cobrança de falta, mandou a bola no cantinho esquerdo, e Cleysson fez ótima defesa rente à trave. Maidana tentou no rebote, e o goleiro salvou de novo. Aos 12min o Alvinegro balançou a rede com Alerrandro, após cruzamento rasteiro de Guga. O árbitro assinalou impedimento no lance. Em outra oportunidade em seguida, o centroavante atleticano, da entrada da área, bateu com efeito e isolou sobre o travessão.
Um dos jogadores mais participativos em campo, Terans continuou levando perigo à meta do Patrocinense. Aos 30min, o uruguaio desviou bola cruzada na área, e a bola passou perto da trave.  Alerrandro, mais uma vez, desperdiçou chance ao entrar sozinho na área.
Aos 38min, o Patrocinense teve a sua melhor oportunidade do jogo: Dedê lançou Felipe Alves, que ficou cara a cara com Cleiton. O atacante tocou na saída do goleiro, que se recuperou e evitou o gol.
Após chances perdidas, Alerrandro se redimiu aos 45 minutos do segundo tempo. O centroavante recebeu passe ‘açucarado’ de Guga e, na pequena área, completou para o gol, decretando a vitória atleticana em Patrocínio: 1 a 0.
 
PATROCINENSE 0 X 1 ATLÉTICO
Patrocinense: Júlio César (Cleysson);  Kellyton, Juninho, Betão e Ian Barreto; Davi Lopes, Arílson, Dedê e  Leonardo Oliveira (Felipe Alves); Giovanni Pavani (Lucas Chinaqui) e Tony Galeto. Técnico: Rodrigo Fonseca.
Atlético: Cleiton; Guga, Maidana, Matheus Mancini e Hulk (Renan Guedes); Zé Welison (Nathan), Adilson, Vinícius (Leandrinho), Terans e Chará; Alerrandro. Técnico: Levir Culpi.
Gol: Alerrandro (Atlético), aos 45 minutos do segundo tempo
Cartões amarelos: Ian, Davi Lopes, Giovanni Pavani, Dedê (Patrocinense); Mancini, Vinícius, Guga (Atlético)
Motivo: 9ª rodada do Campeonato Mineiro
Estádio: Pedro Alves de Nascimento
Data: Sábado, 9 de março
 
Árbitro: Igor Júnio Benevenuto Assistentes: Sidimar dos Santos Meurer e Magno Arantes Lyra

Público: 3.743
Renda: R$ 183,950,00

Fonte Da Matéria: mg.superesportes.com.br

Por: José Cândido Junior /Superesportes

Fotos: Alair Constantino/Dono Do Apito

Deixe seu comentário