Notícias

O Dínamo parou nas quartas de final da Copa Regional AMAPAR, venceu no tempo normal, mesmo placar do primeiro jogo e perdeu nas cobranças de pênaltis

Dínamo desperdiça chances, pênaltis e está fora da AMAPAR

O Dínamo parou nas quartas de final da Copa Regional AMAPAR, venceu no tempo normal, mesmo placar do primeiro jogo e perdeu nas cobranças de pênaltis.O Dínamo parou nas quartas de final da Copa Regional AMAPAR, venceu no tempo normal, mesmo placar do primeiro jogo e perdeu nas cobranças de pênaltis. Partida de volta, quartas de final Copa Regional AMAPAR disputada na tarde deste sábado, 4 de maio, estádio Fausto Alvim. No tempo normal vitória do Dínamo 2 x 1 Nacional, mesmo placar do primeiro jogo em Serra do Salitre. Cobranças de pênaltis deu Nacional 5 x 4.

O Dínamo entrou em campo precisando da vitória, pelo menos pelo placar com diferença de 1 gol, pra levar a decisão da vaga para a cobrança de pênaltis. Time teve muita força e determinação e abriu vantagem de 2 x 0 no primeiro tempo.

Aos 17 minutos, belíssima jogada que começou com lançamento para Xande que de calcanhar rolou para Zé Maria chutar forte e colocado sem defesa para o goleiro Túlio.

Aos 32 minutos, Tiago Pereira que estava jogando bem, escorando jogadas para as finalizações de Max, Xande e Zé Maria, sentiu fisgada na virilha direita e foi substituído por Bebeto.

Aos 39 minutos, o Nacional perdeu o zagueiro Alex Johne expulso, ele tinha cartão amarelo e cometeu falta com obstrução, recebeu o segundo amarelo. Além de estar em vantagem no marcador, o Dínamo passava a ter vantagem numérica dentro de campo.

Aos 45 minutos, Zé Maria cobrando falta do lado direito chutou colocado no canto esquerdo do goleiro Túlio, 2 x 0 Dínamo.

O Dínamo desperdiçou chances claras de gols com Xande no primeiro tempo e no segundo tempo quando a partida estava 2 x 0 com Bebeto, Xande, Max, gols que poderiam ter dado à classificação. Nacional também criou algumas oportunidades, principalmente no primeiro tempo.

Mesmo com muitas alterações o Nacional jogava por uma bola, pelo menos para decidir nos pênaltis, e acertou na jogada aos 36 minutos do segundo tempo. Cruzamento da direita, que encontrou Yan Tanque na pequena área que só teve o trabalho de balançar as redes, Dínamo 2 x 1. Germano Macarrão entrou no lugar de Leo Santana para tentar ajudar o Dínamo nas cobranças de pênaltis.

Assim que a partida terminou, ficou determinada a cobrança de pênaltis para se conhecer o ganhador da vaga para as semifinais. As cobranças foram feitas no gol da rua Padre Alaor, com pouca luz natural, já que a iluminação dos refletores das torres, que exige alta voltagem, pedido antecipado à CEMIG, e ligada pelos técnicos da empresa.

Cobranças de pênaltis, primeira série empate em 4 x 4, marcando para o Dínamo Pelezinho, Guilherme Mascote, Marcus Pinguim e Bebeto, Zé Maria desperdiçou chutando para fora. Para o Nacional converteram: Zôba, Daniel, Sassá e Fabrício, Yan Tanque chutou e Germano Macarrão defendeu.

Nas cobranças alternadas, Ciel marcou para o Nacional e Dunguinha chutou para fora

Final, Dínamo 2 x 1 Nacional Serra, pênaltis Nacional 5 x 4 Dínamo

Nacional DA CIDADE DE Serra do Salitre, classificado para as semifinais e vai enfrentar em duas partidas Douradoquara. A outra semifinal será entre Guimarânia e Cruzeiro da Prata de Presidente Olegário.

DÍNAMO: Leo Santana (Germano Macarrão), Dunguinha (A), Jorge Felipe, Emerson (Douglas Pajé) e Kelvy – Pelezinho, Marcus Pinguim e Zé Maria – Tiago Pereira (Bebeto (A)), Xande (Guilherme Mascote) e Max (Bruninho), treinador Augusto Filho “Paraguai”.

NACIONAL SERRA: Túlio, Zôba, Alex Johne (A)(V), Sérgio (Elimário) e Ciel – Fábio (Reginaldo), Diego (Sassá), Fabrício (A) e Daniel – Juninho (Luiz Fernando) e Yan Tanque, treinador Toninho.

ÁRBITRO: Rubens Otoni

ÁRBITROS ASSISTENTES: Vilmar Amorim e Marcelino Alves

4º ÁRBITRO E MESÁRIO: Cleiton Gonçalves

Dínamo deixa a disputa pelo título da Copa AMAPAR com a melhor campanha geral

Nacional segue na disputa da Copa AMAPAR e vai encarar Douradoquara

Arbitragem tranquila, aplicou bem os cartões e soube administrar jogo pegado

Torcida de Serra do Salitre com mais de 100 pessoas que vieram de ônibus e carros particulares, reforçada por muitos araxaenses que torcem contra o Dínamo

Zé Maria marcou os dois gols que deram a vitória ao Dínamo no tempo normal

Yan Tanque, marcou o gol decisivo que levou a partida para os pênaltis. Yan fez o gol da vitória do Araxá Esporte 1 x 0 Itaúna, estádio Fausto Alvim, campeão da Segunda Divisão de 2007

Por: equipepositiva.com.br

Deixe seu comentário