Notícias

Lisca se coloca entre cinco melhores do Brasil e revela clubes dos sonhos

Treinador destacou relevância obtida pelo desempenho recente do América e mencionou três clubes nos quais gostaria de trabalhar

Lisca se colocou no %u2018top 5%u2019 de técnicos brasileiros e revelou os times que gostaria de comandar (Foto: Alair Constantino/Dono do Apito) O técnico Lisca, do América, se considera um dos cinco melhores treinadores do Brasil. Em entrevista ao Canal Pilhado, do jornalista Thiago Asmar, o gaúcho reconheceu a relevância que seu trabalho atingiu e revelou os três ‘clubes dos sonhos’ de sua carreira.

Lisca afirmou que não se via como um dos melhores do país. Agora, o técnico disse que ‘aceita e concorda’ com a afirmação de que está entre os cinco principais.
“Essa pergunta é melhor vocês responderem do que eu. Agora, antigamente vocês falavam: ‘Ah, te considero um dos melhores treinadores do Brasil’. Eu respondia: ‘Não, quê isso, estou começando.’ Agora eu vou aceitar ‘de boa’. Valeu, obrigado, concordo contigo, é isso aí, estou entre os cinco melhores”, enfatizou.

O gaúcho ressaltou a importância do sucesso obtido no América como fator determinante para a sua vida profissional. Ele relembrou a histórica campanha na Copa do Brasil de 2020, quando o clube mineiro alcançou as semifinais pela primeira vez.

“Acho que o ano do América foi bem legal, realmente apareceu demais. Copa do Brasil turbinou demais. Você eliminar o Corinthians, depois o Internacional. Depois ir no ‘pau’ com o Palmeiras. Os caras nos ganharam aos 26 minutos do segundo tempo, estava feia a coisa para eles. Isso ficou entalado. Foi uma coisa bem legal, o trabalho ficou bem fortificado, várias pessoas reconheceram. Foi um ano muito bom mesmo, com toda essa pandemia, essa loucura. Eu e minha mulher costumamos falar que talvez foi um dos melhores anos da nossa vida profissional, mesmo com toda a dificuldade. Estou entre os melhores do Brasil, vou aceitar”, revelou.

Clubes dos sonhos

Questionado se tinha o sonho de trabalhar em um clube específico, Lisca abriu portas. O treinador fez elogios ao Santos e ao Cruzeiro, e afirmou que gostaria de comandar as duas equipes.
“Um assim é difícil de falar. O Santos era um sonho. Imagina? Trabalhar com os meninos da vila, no clube do Rei, e tudo que envolve o Santos. Seria um sonho. O Cruzeiro também. Quando o presidente me ligou, eu tremia todo, fiquei falando: ‘Ai meu Deus, um sonho de vida’, e tu não pode ir, tem que dizer não, é muito complicado”, disse.
Recentemente, no entanto, o técnico entrou em desgaste com os torcedores do clube celeste. Nas semifinais do Campeonato Mineiro, Lisca se envolveu em polêmicas nos jogos com a Raposa e afirmou, em tom provocativo numa entrevista coletiva, que o América era ‘time de Série A’.
Por fim, o treinador do América rasgou elogios ao Flamengo e revelou também ter o sonho de um dia comandar o time carioca. Lisca vislumbra a ideia de trabalhar nos braços do ‘povão’.
“Eu te dizer um assim, o mais tradicional de torcida: o ‘Mengão’. Todo profissional fala isso, imagina no Flamengo. E hoje em dia, com o poder de investimento do Flamengo, com a força popular que tem o Flamengo. Eu tive no Rio, e o que é Copacabana quando o Flamengo joga, para tudo, para os ‘botecos’, para tudo. E começou uma gritaria, eu falei: ‘Eu estou no Maracanã?’. O Mengão seria nos braços do ‘povão’, seria bem legal”, revelou Lisca.
Por www.mg.superesportes.com.br/app/noticias/esporte-na-tv
Fotos: Alair Constantino/ Dono do Apito.

Deixe seu comentário